top of page

Site de vendas: tudo o que você precisa saber para ter bons resultados




Os últimos dois anos e tudo o que enfrentamos na área da saúde - definitivamente - mudou os nossos hábitos de consumo. As objeções e receios que existiam nas compras online foram eliminados durante a pandemia e as vendas aumentaram 300%.

E, apesar da situação sanitária estar controlada, 95% dos consumidores revelaram - na pesquisa feita pela revista Exame - que pretendem continuar comprando online.

Então, como construir um bom site de vendas? Quais métricas avaliar? Como melhorar os resultados? Quais segmentos possuem mais potencial? Respondemos essas perguntas no conteúdo de hoje.


Quais as vantagens de criar um site de vendas?

Além do que citamos anteriormente sobre os novos hábitos dos consumidores, é interessante ter um site de vendas e não apenas um site institucional porque você possibilita que seu negócio “gire” 24h por dia durante 7 dias por semana. Os clientes poderão comprar de você a qualquer momento. Isso poderá ajudar muito no aumento do seu faturamento. Diferente de uma loja física, um site de vendas não necessita de um alto investimento inicial, sem mencionar que muitos itens sequer necessitam de estoque. Segundo pesquisa realizada pelo PayPal e BigData Corp, cerca de 65% dos comércios virtuais brasileiros faturam até R$ 1 milhão.


Como criar um bom site de vendas?

Os dois principais pontos a serem levados em consideração ao construir um site de vendas são: copy (texto) e o layout. O site precisa ser visualmente muito atrativo. Ter um layout harmonioso fará com que o consumidor tenha mais interesse nele. O copy será o responsável por convencer o cliente que os itens vendidos são incríveis e que a compra no seu site é a melhor opção.

Paralelamente a isso - e tão importante quanto esses dois itens - estão os aspectos técnicos, relacionados à velocidade, responsividade e segurança. É essencial que o site carregue rápido, que tenha um layout agradável e compreensível em qualquer dispositivo e faça as transações de pagamento de maneira extremamente segura.

Fora do mundo digital, um bom site de vendas depende, obviamente, de uma excelente gestão de estoque e logística e um bom atendimento.

Todos esses itens, quando bem trabalhados, garantem um ótimo faturamento para o negócio.


Como avaliar os resultados do seu site de vendas?

A primeira e principal métrica está relacionada ao ROI, ou seja, Retorno Sobre Investimento. Qual foi o valor investido em anúncios, produtos e demais custos operacionais? Qual a receita total? Qual a porcentagem de lucro? Você também pode avaliar também de maneira isolada só o Retorno sobre o Investimento em Publicidade, o ROAS. Nesse caso, as perguntas a serem respondidas são: qual valor investido em anúncios e demais formas de divulgação? quantas vendas foram realizadas em cada canal de divulgação? Desta forma você avalia o lucro por canal e/ou estratégia de publicidade?

A segunda métrica está relacionada ao Ticket Médio. Isso significa entender o quanto os consumidores estão gastando em seu site de vendas. Se eles estão comprando, por exemplo, em média, itens que custam R$ 100 e, meses depois, essa média cai para R$ 70, é preciso traçar estratégias para que eles aumentem o volume de compra ou comprem itens mais caros.

Também é importante analisar os abandonos de carrinho. O que os consumidores estão abandonando? Quais itens? Quais quantidades? Quais as razões pelas quais os clientes estão deixando de comprar esses itens? Ao procurar responder essas questões é essencial resolver as objeções para minimizar esses abandonos.

Por mim, outro KPI relevante está relacionado ao tráfego de visitantes no site e fontes de visitantes. Quantas pessoas estão entrando no seu site de vendas por semana e/ou mês? O que você está fazendo para aumentar essa visibilidade do seu site?


O que fazer para aumentar suas vendas?

Além dos aspectos básicos como a segurança, layout, responsividade e rapidez do site, é importante:

  • Se posicionar em mais canais, o que significa também vender em market places, divulgar produtos/serviços nas redes sociais e ter uma estratégia assertiva para enviar comunicações pelo email marketing e whatsapp.

  • Fazer anúncios no Google Ads, Google Shopping, Facebook Ads, mas, mais do que isso, ofereça conteúdo de qualidade para seu público. A estratégia de marketing de conteúdo, além de aumentar sua visibilidade, consolida a marca da sua empresa.

  • Captar leads não apenas com ads, mas também com inbound marketing. Crie materiais ricos e engaje seu público com uma automação que o leve para conversão em venda.

  • Usar o remarketing a seu favor para que os visitantes do seu site não se esqueçam nunca dos seus produtos/serviços.

  • Otimizar seu site para que ele apareça entre as primeiras posições do Google e demais buscadores de maneira orgânica.

  • Oferecer produtos complementares para agregar valor ao seu consumidor e aumentar seu ticket médio.

  • Traçar comunicações segmentadas, alinhadas com os interesses e hábitos de consumo dos seus clientes.

  • Definir estratégias de fidelização para que seus consumidores sempre comprem de você.

Precisa de ajuda para definir uma estratégia de marketing que alavanque seu site de vendas? Ou gostaria de construir uma loja virtual que tenha potencial milionário? Mande um email para contato@entrelinhasmarketing.com.br



20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page